sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

lavando 2011

Entre o sol e a chuva,
O vento e o calor,
A brisa e a calmaria,
Lá se vai mais um ano.
Trezentos e sessenta e cinco dias.
Teve alegrias e lágrimas.
Conquistas e perdas.
O mundo parece que rodou mais depressa,
ou foi a gente que não parou um segundo.
E simples momentos viraram histórias.
E essas histórias contam a vida de cada um.
O meu ano foi marcado pelas perdas.
Ontem se foi a empregada... cinco anos comigo,
e agora daqui para frente, louças e roupas,
apenas a faxineira, e dias sozinhas.
Em um dia de tédio, meu cachorro maluco arrombou a tela,
e lá se foram mais de cem cabeças dos de penas,
entre elas o Chiquinho, meu marreco tão querido,
e a Escovinha,minha patinha preferida.
E também um bom prejuízo, pois a maioria já estavam vendidos.
No meio do ano, se foi o Salsicha, meu cachorro adotado.
Meu querido , amado, cão dourado.
Meu companheiro de 10 anos em longas e longas caminhadas.
E então , se foi minha mãe...
e quanto a isso não existem palavras,
apenas um nó no peito.
Uma dor insuportável, um vazio inesquecível.
Mas também teve quem chegou,
veio o Bravo , o mais novo membro da casa.
E a Querência se encantou.
Veio mais amigos do blog, com tantas palavras de incentivo,
tantos e mais tantos carinhos.
Veio saúde, conquistas particulares, e o sentimento de vitória
por mais um ano vencido.
Mas existe algo que não pode vencer os anos.
Que sempre vem e nunca vai.
E que eu desejo e compartilho com todos vocês;
A luz.
A esperança.
O desejo.
O amor !!!!
Isso ninguém me tira, nunca vai.
Já se instalou.
Veio para ficar.

FELIZ  2012 !!!!
e até lá...
bjs...fui !


texto remall.
fotos remall, momentos de 2011.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

o amor

E lá vem o amor de novo.
Irreverente.
Inebriante.
Extasiante.
Fogos de entusiasmo.
Porta aberta ao desconhecido.
Vulcão de chamegos  "calientes".
Palavras de conforto desconcertantes.
Uma escada sem fim rumo ao fim.
Uma descida louca rumo a felicidade eletrizante.
E lá vem o amor de novo.
Sensações.
Certezas.
Incoerências...
Uma certeza da aventura.
Mas não é só um amor de esquina.
É um amor para toda a vida.



texto remall.
foto remall, rosa da Querência

domingo, 25 de dezembro de 2011

" e então é natal... "

E então é natal...
natal de cores e luzes
de aromas e família
de presentes e ausentes
de alegria e felicidade
E então é natal...
para se solidário
para sentir amor
para se ter paz
para reverenciar Jesus
E então é natal...
para se dar as mãos
abraçar os vizinhos
perdoar os desafetos
olhar a estrela, seguir e sorrir
E então é natal...
para mim
para você
para todo no mundo
Natal para nos lembrar que vale a pena viver e ser feliz




texto remall, que foi um comentário no Blog Casa decorada
foto remall, luzes de natal de BH - MG

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

desejos

Que a alegria esteja presente em cada coração.
Que cada coração se traduza em um único sentimento :
   O AMOR
Que cada amor seja eterno.
Que cada eternidade nos traga felicidade e aprendizado.
Que cada aprendizado nos leve a um único lugar :
AO AMOR
Porque o natal é o renascimento.
É  paz .
É compaixão.
É o amor em sua forma mais pura .

Feliz Natal para todos vocês e para todos que vocês convivem.
Que a alegria possa cruzar fronteiras, abrir os braços e abraçar o mundo.



texto remall.
foto remall, árvore de natal de Belo Horizonte -MG
Praça da estação

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

o momento

vivo a dualidade desse momento,
entre ser e ter.
entre ter e saber.
entre querer e poder.
entre ser feliz e não ser.
vivo a dualidade desse momento,
da lama e do salto.
da mão e da prata.
do verde e do cinza.
do mato e da mata.


texto remall.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

todos os dias

Quem nunca deu um belo sorriso sem graça.
Quem nunca sorriu sem motivo.
Quem nunca abraçou um desconhecido.
Quem nunca estendeu a mão a um inimigo.
Quem nunca olhou nos olhos e viu a verdade.
Quem nunca viu nos olhos uma maldade.
Quem nunca caminhou sem rumo.
Quem nunca encontrou o seu caminho tão perto.
Quem nunca chorou uma lágrima de alegria..
Quem nunca se derramou em lágrimas de angústia.
Quem nunca viveu com medo da morte.
Quem nunca viveu como um morto e não se deu conta.
Quem sabe o que é certo ou o errado.
Quem acha que sabe tudo sobre a vida.
Quem sorri e chora de verdade.
Quem é amigo para toda a vida.
Penso nisso todos os dias.
Penso e tento fazer o melhor todos os dias.




texto remall.
foto remall, orquídea da Querência

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

para quem acha lindinho



Repararam no vaso grande de flores na cor rosa ?
Ah! claro que não...
O Bravo já tinha destroçado tudo.
Mas no barro da varanda alguém reparou, né ?
Reparou ????? hein ?


texto remall.
vídeo remall, cães, barro,Querência.





sábado, 17 de dezembro de 2011

servidos ??????

Final do ano tem chuva, muita chuva.
Mas também tem fruta, muitas frutas.
E como meu pé de figo estava carregado...
 Então, é hora de tirar o tacho do armário.



Adoro !!!!



texto remall.
foto remall, doce de figo da Querência

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

cruzando mares

Amigas do outro lado do oceano ;

estou programando para o próximo ano uma viagem para Portugal,
quem  vai me dar mil e uma dicas de cidades interessantes e roteiros legais
para uma brasileirinha que não conhece as terras lusitanas.

Já estou cá a escutar kkkkk ( é assim que se diz ?)

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

dia de chuva

Enquanto a chuva cai lá fora
meu coração se aquece aqui dentro.
Os respingos no vidro da janela nem de longe
se parecem com as lágrimas que um dia foram derramadas.
Enquanto a chuva continua lá fora,,
uma música suave ecoa por entre a minha vida.
Me lembram os bons momentos,
me lembram o aconchego,
ma fazem acreditar cada dia mais na vida.
Enquanto a chuva se derrama lá fora
gestos lentos se movimentam aqui dentro.
E vai carinho e vem paixão.
Palavras sem som,
palavras no olhar,
sentimentos de amor.
Enquanto a chuva lá fora,
rebrota a vida,
lava as mágoas,
leva para o mar muitas histórias.
Aqui dentro no quentinho de meu lar,
eu rezo,  eu agradeço,  eu amo.
Olho pela janela,
vejo a chuva,
amo a vida.


texto remall.
foto remall, dia de chuva.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

dia feliz

Quem dá fica muito mais feliz do que quem recebe.




natal para as crianças da escola rural da Querência.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

o que é

Hoje estou presa em meus sentimentos,
sufocada por meu coração,
presa nos meus pensamentos,
imprensada na alma,
correndo em pânico,
com medo da solidão.
Hoje estou com os olhos voltados para mim mesma,
me encarando nas entrelinhas,
me destrinchando em mil quereres.
Sorrindo sem mostrar os dentes.
Rosnando com tudo que me contraria.
Em silêncio.
Em pensamento.
Reclusa nessa explosão.
Hoje estou presa dentro de mim mesma,
perdida e norteada,
por dentro no ser de minha existência,
dualidade aumentada.
Existência nessa vida
sábia,
linda,
concreta,
sem pontos de interrogação.



texto remall.
foto remall,montanhas da Querência

domingo, 11 de dezembro de 2011

verdades

Eu estou aonde você quer que eu esteja.
Pode  ser no alto da montanha,
vejo tudo que me rodeia,
sinto o vento,
sei das coisas.
Pode ser na baixada de um rio,
sinto o frescor,
sei seguir cada correnteza,
escuto todos os seus sons,
sei dos seus perigos.
Posso estar solta,
me deixar levar,
na chuva com seus pingos,
no clarão do raio,
no barulho do trovão.
Posso estar presa,
fincada,
como as raízes de uma árvore,
imensa,
antiga,
cheia de histórias.
Estou aonde você quer que eu esteja.
E sei que é ao seu lado.



texto remall.
foto remall, A. em alguma cachoeira e montanhas de Minas.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

o inesperado

Vagando pela noite fria encontrei quem eu procurava.
Não sabia ao certo se o vento era o amigo das horas encantadas.
Na escuridão as sombras buscavam as luzes.
E as luzes buscavam as decisões acertadas.
Vagando pelas manhãs incertas corri de quem eu amava.
Não sabia ao certo dos passos daquela caminhada.
As perguntas me vinham a mente.
E as respostas me deixavam assustada.
Vagando no decorrer do dia já não sabia quase de nada.
Era tudo uma dúvida concreta.
Mesmo que isso já não resolvesse para nada.
Que sensações estranhas me entranhavam.
Encontrei com um caminhão de mudança na rua movimentada.
Me deparei com um espelho ,
eu já não era mais a mesma ,
já não me reconhecia.
Estava linda.
Calma.
Preparada.


texto remall.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

falta de entendimento

Oh  meu Deus se já estamos em clima de natal
porque   as pessoas ainda insistem em buzinar.
Clima de natal não quer dizer paz e harmonia?
Não quer nos ensinar compreensão e amor ?
Porque buzinar tanto !
Porque não olham para os lados ?
Porque não deixam o outro passar ?
Oh meu Deus se nada disso tem a ver com o natal
ou com  as compras
ou as lindas luzinhas reluzentes
ou a chuvinha que cai fria lá fora
Porque as pessoas insistem em buzinar.
PORQUE  ????????



texto remall.
foto remall, carros, carros e mais carros na cidade.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

todos os dias

Ontem escutei
alguém que dizia baixinho em meu ouvido
palavras de amor.
Ontem escutei
alguém que dizia baixinho em meu ouvido
segredos de amor.
Ontem escutei o vento.
Ontem escutei o tempo.
Ontem eu me dei conta
dos segredos que a vida me reservou.
Hoje acordei mansinho
alguém me carinhava
carinhos de amor.
Hoje acordei mansinho
alguém me transportava
para um mundo de sonhos.
Sonhos de amor.
Ontem eu escutei
Hoje eu acordei
Amanhã eu sei que continuo
O que sempre fui.
O que sempre tive.
A M O R...





texto remall.
foto remall, amanhecer no m mar Pernambuco

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

ai,ai....

" Lindo !
   E eu me sinto enfeitiçada.
   Correndo perigo.
   Seu olhar  é simplesmente lindo ! "
    
                                        (Rita Lee )

Porque ele sempre diz que me ama...

foto, remall.
Porto de Galinhas, PE.

sábado, 3 de dezembro de 2011

uma questão








Alguém aí do outro lado pode me explicar como uma "criaturinha"
pode ser tão odiadamente amada ?
Como ela tão pequenininha pode enlouquecer dois adultos ?
E  enlouquecer até um cachorro maluco que é no mínimo
tres vezes maior  ?


texto remall.
fotos remall, Bravo na Querência ou "criaturinha".

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

o que nunca vou deixar de ser

Ah ! se o mundo fosse feito só de alegrias.
Doces confeitados de cores inusitadas.
Sorrisos sonoros  eternizados em gargalhadas.
Palavras e sentimentos que nos levassem para as estrelas.
Ah! se o mundo fosse feito só de amor.
Abraços e beijos consertando as dores.
Amassos em cada esquina.
Suspiros, gemidos, acalentos para cada dessabor.
Compaixão exalando em gestos.
Doações exterminando as privações.
Ah! esse mundo de meus sonhos.
Da eterna criança que não consigo deixar de ser.
Do coração de ilusões acreditando em cada ser.
Ah! esse mundo , que é o meu mundo.
Que sempre cabe mais um  e mais um.
Mesmo que esse "um" não seja o que eu sonhei para ele ser.
Mas não me importo com as lágrimas que ganho.
Continuo sonhando,
me exercitando,
para nunca deixar de ser e crer,
na criança que existe dentro de mim e de você. ( s).



texto remall.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

loucura

Que mundo é esse em que você se escondeu ?
Mundo sem histórias, sem passados.
Uma vida inteira que você se esqueceu.
Não sei como funciona esse mundo,
se tem cores , se tem sons.
Não sei se esse mundo te causa medo,
mas sei que ele me causa terror.
Pavor.
Que mundo é esse em que você se escondeu?
Mundo sem portas e sem janelas.
Labirintos de mil e uma voltas.
Onde não se sabe as perguntas e muito menos as respostas.
Mundo esse de um só caminho.
Um caminho , penso eu, sem volta.
Eu do lado de cá no meu mundo.
Olho para você aí, absorta no seu mundo.
Mundo esse que eu desconheço.
Mundo em que você se escondeu.
Se você me entendesse saberia que só tenho um desejo.
Volte desse seu mundo,
Mundo que me parece frio e solitário.
Esse mundo que eu não alcanço,
em que você se perdeu.
Eu ainda preciso muito de você.





texto remall.
foto remall,luzes confusas na cidade

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

será que é muito ?

Eu te quero aí, aqui, por perto.
Eu te quero sorrindo, feliz, cantando.
Eu te quero no caminho dos meus pés, no meu caminho.
Eu te quero nos sentimentos sinceros, transparentes.
Eu te quero nas palavras calmas, doces, incentivadoras.
Eu te quero com tudo isso.
Acha que é muito ?


texto remall.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Movimento Gota D'água - ALERTA !



Eu sou contra .
E você ?
Preciso de um mundo para viver.
As crianças de hoje precisam de um mundo amanhã.
Precisamos construir sem destruir.
Acesse, e assine a petição.
Vamos começar agora , a parar o que não pode continuar...
o que não pode existir.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

na rua

Te vejo feliz do outro lado.
Sorrio para você.
Desejei por muito tempo esse momento.
Te vejo de novo do outro lado.
Agora falo para você.
Sonhei por muito tempo com essas palavras.
Te vejo agora do mesmo lado.
Tento de alcançar.
Mas minhas mãos tímidas se recolhem.
Medo da rejeição.
...
Me encontro com a coragem e a olho de frente.
Sorrio, falo, te encontro, te encosto.
Agora não mais procuro.
Vamos ser felizes.
Tenho certeza que muitos irão ver.


texto remall.

domingo, 27 de novembro de 2011

vida boa



alguém tem alguma dúvida ??????


texto remall.
foto A., Porto de Galinhas

sábado, 26 de novembro de 2011

acontecendo

O vento bateu na janela anunciando novos ares.
Nada mais de tempestades.
Apenas brisas perfumadas de amor.
O sol aqueceu os marcos das portas.
Elas se abriram, sorrisos a mostra.
Palavras encantadoras sobre o amor.
A chaminé do fogão mandou sinais de fumaça.
Cheirinho adocicado pela casa.
Sabores inebriantes de amor.
A chuvinha do fim de tarde refrescou o fogo.
Molhou de verde, tudo nasceu de novo.
Novas cores para o amor.
Sons.
Cores.
Sabores.
Amores.
Acontecendo o milagre do amor.


texto remall.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

sentindo

Me derreto toda aos sons do amor.
Fico fascinada pelos sabores e aromas.
Me delicio nos doces encantos .
Me hipnotizo nos seus olhares.
Me perco em seus caminhos.
Me encontro dentro de seus abraços.
Me seduzo pelos seus apelos.
Fico mais apaixonada a cada dia.
Apaixonada por você e pela vida.



texto  remall.
foto remall, flor da Querência

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

mude

Não se iluda achando que vou cair por um sorriso branquinho.
Por olhar sedutor.
Por palavras de carinho.
Por um gesto encantador.
Não se iluda achando que vou cair em suas armadilhas.
Que vou me enredar em suas mentiras.
Que vou me abater de amor.
Não se engane acreditando em suas próprias artimanhas.
Isso tudo pode causar muita dor.
Deixe de lado tudo o que pensa.
Mude tudo.
Mude por tudo.
Mude em nome do amor.



texto remall.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

ele chegou

O amor bate em minha porta e entra.
Não pede licença.
Na verdade , nem avisou que vinha !
Já logo se instalou e mudou tudo em volta.
Abriu as janelas, encheu a casa de flores,
ainda bem que não tenho alergia.
Tirou o pó que havia se instalado na sua nova morada.
Avisou os amigos que tudo está mudado.
Ligou a música e começou a dançar.
A alegria tomou conta de todo o lugar.
Sussurrou baixinho em meu ouvido :
- não se preocupe logo, logo a felicidade vai chegar.
Pegou as lágrimas que ainda existiam e tratou de enxugar.
Balançou bem o coração e este rapidinho começou a retumbar.
Pegou emprestado uma estrela do céu,
e mostrou aos meus olhos como brilhar.
Esticou bem a minha boca e disse :
- a partir de agora esse é o sorriso que quero admirar.
E assim o dia da mudança aconteceu.
O amor veio para ficar.
Aos poucos cresceu e se multiplicou.
Agora tenho amor de sobra,
para viver e para dar.


texto remall.
foto remall, flor azul da Querência.

domingo, 20 de novembro de 2011

simplesmente Bravo

Simples momentos me fazem sorrir.
Pode estar fazendo um frio insuportável.
Pode estar chovendo todo o final de semana.
Mas  pequenos carinhos me fazem sorrir.


texto remall.
foto A., domingo na Querência


quarta-feira, 16 de novembro de 2011

falsidade

Te perdi no meio do nada,
com medo de não saber o caminho de volta.
Te encontrei em meio a tudo,
enquanto tentava me esquecer de todos.
Não sabia e nem entendia quem eu era,
na vida de mão dupla que me encontrava.
Mas eu estava lá, e você nem sabia onde estar.
Era um encontro de um desenho dos sonhos da noite passada.
Era como o amor de infância do cavalo branco das histórias contadas.
Mas no fundo não era príncipe, apenas um sapo que coaxava.
Rejeitava os beijos, gostava do brejo, era verde
e só a noite te interessava.
Eu perdi a princesa que nunca na torre esteve trancada.
A loucura a essa altura já me dominava.
Não tinha e nem sabia o porque das frases rabiscadas.
Há muito tempo não conhecia o significado de tais palavras.
Os traços da vida se encontravam em linhas embaraçadas.
Acabei por me perder de vez nos nós da teia da mentira contada.
Que me envenenou na picada dessa aranha de amiga disfarçada.




texto remall.
foto remall, aranha da Querência

terça-feira, 15 de novembro de 2011

o dia

Que delícia de feriado.
Pernas pro alto.
Cabelos ao vento.
Sorriso no rosto.
Abraços e beijos.
Não existe relógio.
Ninguém liga para o tempo.
Almoço, quando se tem fome.
Amigos no telefone.
Encontros para o cinema.
A vida deveria ser sempre assim,
sempre feriado !




texto remall.
foto remall, começo de dia na Querência.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

para uma amiga que andou em crise

Ah! minha querida amiga, você esta procurando no lugar errado.
Tem certas coisas que a gente não perde,
sendo assim, não acha,
consequentemente,
ninguém devolve.
Tem certas coisas que vem de dentro do coração,
das entranhas da alma.
As letrinhas não tem endereço certo.
Nem hora marcada.
As letrinhas são como o vento.
Um dia sopram no sul no outro sopram no norte.
São como as águas de um rio, sempre correm em busca do mar.
Assim são as letrinhas.
Assim são os sentimentos.
Ninguém os tem.
Ninguém os prende.
Os sentimentos simplesmente acontecem e aí vem as letrinhas.
Você não perdeu sua inspiração.
Hoje ela não está é para letrinhas.
Quem sabe para os desenhos...
Não ache que não tenho visto.
Tanta criação e emoção.
Então ,minha doce amiga.
Não se perturbe, procurando o que nem ao menos se perdeu.
Abra um lindo sorriso , e viva tudo que ainda tem pela frente.
E quanto as bolotas ...
Ah! são só bolinhas de papel,
Procurando pela emoção.



texto remall
foto remall, flor na Querência.

domingo, 13 de novembro de 2011

01 mes de saudade

sei que agora é luz.
sei que agora é paz.
sei que tenho muita saudade.
sei que ainda preciso muito de você.
sei que também está comigo.
sei que te amo muito.
sei que ainda vamos nos encontrar.
sei que não quero mais chorar.
sei que você está sorrindo.
sei que meu coração,
minha dor,
meu caminho,
ainda vão se achar...
e então...
eu também vou estar em paz.

 texto remalls.
foto A., eu e mãe na Querência

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

recomeço

Quero uma janela aberta deixando entrar o sol.
Passando pelo rosto uma brisa leve, um carinho a me embalar.
Quero ouvir o canto dos passarinhos.
Quero ver o azul do céu.
Quero as portas abertas.
Quero os beijos de mel.
Quero ouvir palavras doces.
Quero retribuir amizades.
Distribuir gentilezas.
Chamar todos para comer na minha mesa.
E cozinhar com o coração.
Quero a casa cheia.
Vozes altas.
Chamas acesas.
Quero vida na Querência.
Quero vida mais uma vez.
Quero sorrir outra vez.



texto remall.
foto remall, Querência da Serra.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

roda gigante

Sentada na cadeira da roda gigante,
roda , roda, roda vejo o mundo mais adiante.
Sentada aqui em cima, vejo o mar,
o mar das montanhas de Minas.
Da minha Minas Gerais.
Sinto a brisa que se transforma logo em vento.
Sinto o medo da altura .
Sinto ao mesmo tempo um alento,
de estar mais perto de tanta nuvem.
Sentada na cadeira da roda gigante,
me sinto de novo criança,
vejo no reflexo dos meus óculos o sorriso da infância;
e solto um gostoso suspiro.
E mais uma vez roda ,roda, roda ,
o brinquedo roda gigante.
Agora estou indo para baixo,
e voltando de novo a ser gente grande.


texto remall.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

"O Que Você Quer Saber De Verdade" - Clipe Oficial



para alegrar o dia ...
para acreditar no amanhã...
quem vem comigo ?
quem me acompanha ?

terça-feira, 8 de novembro de 2011

perdida

Eu que me achava forte, capaz de vencer.
Eu que achava que conseguiria enfrentar de frente o vento.
Eu que não tinha medo.
Eu que não conhecia o receio.
Eu que na noite escura buscava a lua.
Me encontrava com o clarão do raio.
Gritava mais alto que o trovão.
Eu que achava que podia superar o fogo.
Que conseguiria esmagar o espinho.
Que conseguiria lavrar a terra dura.
Produzir em solo cansado.
Eu que me sentia forte, capaz de ir além.
Além do fracos.
Além dos poderosos.
Além de tudo.
Eu que caí porque ignorei o perigo.
Me traí na auto confiança.
E me afundei e me perdi no destino.
Porque o destino a gente não conhece.
E se ilude achando que o faz.
Erra, acreditando que sabe e pode tudo.
E não se cala para não se mostrar.
Eu que me achava tanto...
Perdida sem rota, sem rumo.
Se alguém me encontrar;
por favor me devolva.

texto remall.
foto remall, ( ????)

sábado, 5 de novembro de 2011

certeza

Porque o amor pode mais que tudo.
Porque o amor pode transformar tudo.
Porque o amor pode transformar as pessoas.
Só o amor pode ser o que sempre sonhamos.
Só o amor pode nos transportar por entre os corações.
Porque só o amor pode nos fazer acreditar no amanhã.
Então, vamos nos permitir amar.
Então, vamos nos permitir ser amados.
Pode ser com um beijo.
Pode ser com um abraço.
Ou quem sabe com um sorriso.
Ou um simples segurar na mão.
O amor vai acontecer de qualquer forma.
O amor vai acontecer a qualquer hora.
Tranquilo.
Seguro.
Feliz.
Bem simples assim.
Só amar.
Basta só deixar acontecer...
E o amor vai chegar.
Para sempre !

texto remall.
foto remall, a certeza do amor em Porto de Galinhas - PE

terça-feira, 1 de novembro de 2011

o amor e a rosa

Vai devagar cada lágrima escorrendo pelos caminhos.
Vai devagar cada palavra ecoando pelos ventos.
Vai devagar cada petala da suave rosa voando por entre os sentimentos.
Mas o que importa é que a cada lágrima que seca ao toque da pétala
que voa suave ao acalento do vento,
eu sei que o meu coração bate ao compasso ainda do seu.
Mesmo que não seja mais nessa vida.
Mesmo que não seja mais no mesmo batido do compasso do passo.
Mas no passo do compasso do amor...
O amor não impede o sorriso e acalma a lágrima.
O amor não impõe as curvas do caminho.
Não pára o vento.
Não despedassa a pétala da rosa.
O amor não acaba, não conhece o limite de vidas.
Não se importa com início ou fim.
É assim o meu amor...
o meu amor sem fim por você...minha doce mãe querida.
Que me faz muita falta.
Que me faz me matar de saudade.
E também me conforta com a lágrima da rosa.
Da rosa que sempre fez parte do meu amor...do seu amor...
Entre eu e você.





texto remall.
foto remall, rosa da Querência


* Meus queridos, acho que agora já me levantei da tristeza.
   Com o falecimento de minha mãe, precisei de um tempo
   para saber que eu ainda existo nesse mundo,
   e que posso continuar.
   Sei que aos poucos vou voltar, talvez um pouco devagar...

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

ausencia

Quando  o esperado inesperado nos toma de assalto.
Quando o que a gente sempre soube está para acontecer.
Quando o alívio vai se confundir com a dor.
Quando me falta as palavras;
logo eu, que a vida inteira fui e sou só letrinhas..`
Tudo se transforma em um grande vazio.
Vazio de sentimentos, ideias, dizeres.
O inexplicável encontro com o adeus.
Assim tem sido meus últimos dias ,
a espera da certeza do adeus.
Vou me ausentar por uns dias,
talvez um tempo.
No momento,
só tenho tempo de dizer a quem mais amo....adeus.


texto remall

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

eu hoje quero


eu hoje  quero.
quero me encantar.
quero cantar.
quero elogiar
quero dar felicidade.
distribuir bondade.
quero compartilhar.
quero sentir a esperança.
ver os olhos claros da criança.
o sorriso a me encarar.
eu hoje quero tudo.
muito mais que ontem.
quero sonho.
quero transbordar.
quero me inspirar.
quero acreditar no novo.
e vou fazer tudo de novo.
amanhã quando o sol raiar....



Ah! me esqueci de dizer... quero praia também !!!!!


texto remall.
foto remall, nascer do sol em natal -RN



sexta-feira, 7 de outubro de 2011

cachorrinho agora é....

cachorrinho feliz da vida na casa nova.
cachorrinho continua chorando a noite.
cachorrinho não gosta de brinquedos .
cachorrinho gosta mesmo é de escovas,
de qualquer espécie.

cachorrinho adora ver televisão,
e não gosta quando a gente desliga.
cachorrinho tomou o seu primeiro banho.
cachorrinho depois que tomou banho deitou no xixi.
cachorrinho então tomou seu segundo banho, um atrás do outro.
cachorrinho detestou o secador de cabelos.
cachorrinho não gosta de andar de carro, chora e vomita.
cachorrinho tem um genio horrível.
cachorrinho está me preocupando sobre sua índole. 
cachorrinho não gosta de receber ordens.
cachorrinho não gosta de apanhar.
cachorrinho rosna, avança e morde.
Por isso o nome do cachorrinho agora é BRAVO.
O mais novo membro da família!




texto remall.
fotos remall, e maridão, cachorrinho no apartamento.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

tentando responder

De onde vem tanta inspiração ?
simples...dá até rima...
vem do coração.
De onde vem o coração , então ?
Essa é difícil, pois ele segue por vários caminhos,
quase que não consigo saber em qual direção.
E de onde vem a alma de tanta escrita ?
ah! essa vem e vai longe...
sempre atenta aos rumos do vento,
atenta a elevação.
De onde vem a menina (hehehe) que escreve coisas da vida ?
De onde vem as letrinhas teimosas que desafiam as rimas ?
De onde ?
De onde vem tanta emoção ?
Alguém aí do outro lado sabe dizer ?!
Pois eu , não.





texto remall.
tentando responder ao comentário da Bruxinha.
foto remall,quarteto em Natal RN.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

simples

Quem tem ouvidos que me ouça,
a felicidade está aí , para quem quiser aproveitar.
Não precisa de muita coisa,
nem ter a chave da caixinha de ouro.
Basta deixar o coração solto para voar.
Quem tem olhos que então veja,
o amor está aí, para quem quiser vivenciar.
Não precisa de quase nada,
nem ter os segredos do mapa.
Basta deixar a alma livre e se aventurar.
Quem tem boca, então que fale.
Grite alto, passe a mensagem.
Para ser feliz meus amigos,
basta acreditar nos sonhos,
basta amar !

texto remall.
foto remall, cartão de felicidade.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

o que tenho para oferecer

Vivo por aqui falando da minha Querência.
Outro dia a Heloísa Inoue,
do Blog Miss Migu, 
postou a dificuldade em encontrar
os tomatinhos orgânicos que queria.
Então....vou mostrar os meus orgânicos do coração.
Vocês já ouviram falar , em orgânicos do coração ?
Quem disse que sim, está enganado,pois acabei de inventar.
São criação minha.
Orgânicos cultivados com água e amor.
Como tudo na minha Querência.
Regado e adubado só com amor



 


minha mais nova paixão:  couve flor roxa 
colheita dessa semana.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

a dor que me consome

* esse texto começou em um comentário que fiz no Blog Meu Cantinho na Roça*

No trepidar do fogo ,sei que o verde se vai.
No trepidar do fogo, sei da tristeza que me consome.
Sei que olho para os lados e tudo que vejo está queimado.
No meu caminho de sempre tudo desfigurado.
Por aqui só vejo fogo, fumaça, queimadas.
Vejo terras, matas, campinas, baixadas.
Tudo sendo devastado pelo fogo que trepida e vai.
Vai....
O fogo lambe a serra, desce o morro, bebe a nascente.
Ilumina as noites em fileiras de um clarão que se vê de longe.
Sei que nesse trepidar sinto minha alma despedaçada.
Sei do bicho que corre e grita.
Sei do passarinho que voa desnorteado e pia.
Sei da cobra que rasteja rumo ao fogo.
Sei dos ninhos que não trarão o novo.
Sei dos troncos que logo virarão cinzas.
Por aqui só vejo meus olhos embaçados,
pelas lágrimas que rebrilham no fogo,
ao ver tanta destruição.
Por aqui junto com as lágrimas de meus olhos,
chora também meu coração.





texto remall.
foto remall. caminho Querência /cidade.