quinta-feira, 31 de março de 2011

conteúdo




Hoje termino o dia toda assanhada.
E o mês nem um pouco acanhada.
Ganhei um selinho novo da Valéria do blog Casa Decorada.
Ela ganhou da Vera do blog Beleza Fina ,
e eu toda sapeca dou para os próximos da fila.
E quem está na fila são todos os que me seguem,
me perseguem com recadinhos,
comentários sempre bem vindos.
Podem pegar o selinho,
é de graça , não custa nada.
Tem que só que dizer de quem ganhou
e continuar a distribuir essa pimenta recheada.
Recheada de muito amor , amizade e boas risadas.

curvas da vida

Ah! essa vida maluca de percursos perigosos.
As vezes nos fazem nos sentir tão erradas,
confusas, angustiadas.
Nos sentimos culpadas, por culpas que não são só nossas.
Culpadas, quando nem deveria existir a tal da culpa.
Ah! esse percurso cheios de curvas sinuosas.
Derrapamos nas lágrimas que nem deveriam ser derramadas.
Escorregamos nos sorrisos que demos nas horas erradas.
E sonhamos com sonhos,
que para nós não estavam programados.
Mas, nessa vida danada.
Cheia de estradas erradas.
Cheia de pistas mal sinalizadas.
Somos muito mais.
Muito mais que culpas ou lágrimas.
Somos sorrisos felizes, cercados por pessoas felizes.
Somos a certeza dos acertos.
E o alívio de termos acertado os "erros".
Aparado as arestas.
E agora somos festas.
Pois, o que agora nos parece dor,
é apenas mais uma curva,
um caminho do amor.


esse texto eu escrevi para uma amiga triste,
 com um amor em compasso de espera.



texto remall.
foto remall, estrada da minha Querência

quarta-feira, 30 de março de 2011

por aqui, é assim que se faz

Tem coisas que vamos ao supermercado comprar.
Dependendo do lugar vamos ao mercadinho.
Aqui na roça vamos no pé mesmo...
e depois de ficar lá dependurada que nem uma macaca.
Levamos para a cozinha tudo que conseguimos alcançar.



                                                    
Um pouquinho de açucar.
Muito amor , paciência e coragem.
É isso mesmo, coragem.
(Vai enfrentar um tacho de cobre, com um doce que só sabe pular ?)
Por aqui a gente diz "pocá".
E então....doce de goiaba.
De comer de colher.
Alguém quer ?



E quando essa jabuticaba deixar de ser flor.
Advinhem ?
Vai ter licor.
E geléia.




texto remall.
foto remall, doces na Querência
                                                                     

terça-feira, 29 de março de 2011

lavo minhas mãos

A muito desisti do outro.
Do outro que não me escuta.
Que não me quer como exemplo.
Que não me dá valor no que faço.
A muito desisti do outro.
Do outro que não muda.
Que não vê as alegrias.
Que não procura o outro.
Que enaltece a solidão.
Não quero mais saber desse outro.
Que quer me arrastar com ele
para esse mundo obscuro, solitário e frio.
A muito desisti do outro.
Que continua sempre no mesmo passo,
no mesmo caminho,
nas mesmas armadilhas .
Que não evolui,
não transcende,
não vê e não entende a luz.
A muito desisti
de você vampiro,
que não vive,
não valoriza o milagre da vida,
e quer sugar a minha .
E muito triste é saber,
que você teve tudo para se tornar uma pessoa melhor.




texto de remall.

segunda-feira, 28 de março de 2011

memórias de um cachorro - nem tudo é pra mim

Eu fiquei meio confuso.
Não entendi muito bem a brincadeira.
O calor tavá forte, um sol quente desde bem cedinho.
Eu só queria ficar na água.
Mal vi uma beiradinha do portão do fundo aberta e, passei correndo.
Sabia que ia ter briga, eu não posso ir lá.
Sabia que ia ter...- Prá casinha, agora !
Mas nem liguei.
Adoro ir lá, ficar perto da mata, apesar de um pouco de medo.
Adoro ficar no corrego correndo de cima para baixo.
Ah ! como é refrescante.
Quando o Grandão me viu, não gritou muito,
só chamou e me mandou sair.
Ela estava sentada na beirada do açude e fui ficar lá.
Lá também era água e tinha Ela, a minha querida.
Ela estava jogando a minha ração na água.
No começo achei que era para eu brincar de pegar.
Só depois me dei conta que era para os peixes.
Fiquei confuso; peixe come ração de cachorro ?
Tentei pegar umas que estavam na beiradinha.
E nessa brincadeira ,só consegui foi levar um baita susto,
quando um peixe grandão quase mordeu meu focinho,
e já foi logo dizendo :
- sai prá lá que essa ração é minha.




E aí eu servi de palhaço para os dois,
Ela e o Grandão, pois eles só sabiam gargalhar de mim.


texto de remall.
foto de remall, cachorro e peixes da Querência.

domingo, 27 de março de 2011

engano

Queria poder te dizer hoje que tudo que faço  é certo, que nunca erro.
Mas não é verdade.
Quem nunca fez coisas erradas,
ou disse coisas indesejadas.
Procurando a perfeição você se iludiu com minha presença.
Se ofuscou com minha luz e acreditou que tudo era perfeito.
Meu sorriso se transformou em algo sedutor,
minhas palavras e ideias pareciam ter sentido.
Era fácil não ver o proibido.
Esticar a mão e se iludir com o coração.
Mas toda utopia deixa marcas.
Só não quero te dar,
dor ou solidão.
E então, digo adeus.


texto remall.

sábado, 26 de março de 2011

último

Tudo que eu quero é mais um beijo seu.
Não me importa se vai ser o último.
Se vai terminar com toda nossa história de amor.
Tudo que quero é um abraço seu.
Não me importa se não haverá outro.
Se vai ser o fim do calor de seus braços.
Tudo que quero é mais uma noite de amor.
Não me importa se o dia vai clarear.
E com o sol tudo vai mudar.
Posso levar na lembrança o cheiro a me entranhar.
E então minha boca encosta na sua.
Meu coração fica perto do seu.
Nossos corpos brincam de seu uno.
E eu não sei aonde a gente se perdeu...


*para aqueles que ainda vivem as dores dos amores incompreendidos*



texto remall.

esta era a postagem de ontem 25 de março de 2011 as 07:02
alterada pelo selo.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Final do dia...

Hoje foi o dia de ganhar selinhos....feliz de novo !
Esse ganhei da minha amiga Mafalda S. do Blog A Felicidade é o Caminho. (http://www.manualdafelicidade.blogspot.com/)
Ele tem um desafio, mas eu achei muito longo e só fiz uma parte.
Tem perdão ?
Espero que sim. Vamos lá.

Peguei o livro mais perto de mim e abri na página 18 na quarta linha e encontrei o seguinte:
"O Dharma nos ensina a permanecer calmos enquanto o mundo externo balança a beira do caos"
Estiquei meu braço esquerdo e encontrei o que não gosto ; o celular.
como também não gosto de TV a ultima coisa que assisti foi o jornal matinal pois estava ligada enquanto o marido assistia, alias ele a pessoa mais importante na minha vida.
Sem olhar no relógio pensei que eram 18:15 mas na verdade são 18:46.
Meu computador esta silencioso e o barulho de carros na rua esta demais.
Ontem fui na roça matar a saudade do mato e antes de responder a esse desafio eu estava fazendo nada , vendo o pôr do sol pela janela.
Minha última risada foi a mais ou menos 01 hora, mas a melhor do dia foi hoje de manhã quando abri meu blog.
Meu sonho a curto prazo é viajar em meados de abril e se eu ganhasse na loteria a primeira coisa que iria fazer é colocar uma pessoa para me ajudar todos os dias com minha mãe.
Meu estado de espiríto agora é paz e preguiçinha.
Se eu pudesse ser uma mulher famosa seria  a Monja Coen. 
Estou sentada na cama vestindo um vestido de verão, que calor !
Sobre filhos não quero me pronunicar, esse é um sonho que ficou para tras.
tem mais perguntas, mas como disse antes..... tem perdão ?

O Segredo das Bruxas,
Empório da Bruxaria,
Coisas de Manuh;
podem se sentir desafiados e com mais um selinho colado.
Se acharem o desafio confuso as perguntas certinhas estão no Blog da Mafalda.
prometem que não vão me xingar com essa confusão que arrumei com as perguntas,
prometem , prometem...obrigada. kkkkkkkk

Yupiiiiiiiii

Que sexta feira fantástica.
Quando começei o meu blog, nem imaginei que tanta coisa aconteceria.
Começei a postar e aprender dia após dia.
Depois parei por voltas da vida.
Quando voltei, me tranquei em casa da cidade.
 Fui obrigada, não porque eu queria.
Triste e apavorada, buscando reencontrar minha alegria,
começei a escrever e gostar do que fazia.
Fiz tanta amizade, peguei de volta vida e mais vida.
Mas hoje quando ví a homenagem, estou aqui toda orgulhosa,
e venho feliz dividir com todos minha alegria.
Ganhei um selinho feito prá mim, pela Valéria do Blog Casa Decorada,
que vai homenagear os comentários nota 1000,
E ESSA  SEMANA ELE É SÓ MEU ! ! !
Logo eu,  que faço comentários,
que só traduzem meu jeito simples de viver e ver a vida.



estou com lágrimas nos olhos, mesmo tendo usado tantas vezes o sentimento alegria .


meu post de hoje que já tinha até sido publicado foi retirado depois que ví a homenagem,
ele será publicado amanhã.



texto remall.
selinho só meu essa semana do Blog Casa Decorada.

quinta-feira, 24 de março de 2011

memórias de um cachorro - edição extraordinária

Sei que hoje não é segunda feira.
E também não vou falar "daquele"cãozinho fofinho
que todos já conhecem, acho até, que muito bem.
Hoje será uma postagem..., vamos dizer...
uma homenagem?
um apelo ?
uma declaração?
de amor?
de CULPA ?( pois foi assim que me senti)

Tirem suas próprias conclusões.  [click na imagem para ampliar]

texto de introdução, remall.
cartaz retirado do Blog Tudo de Cão.

quarta-feira, 23 de março de 2011

quando criança.

Deixei de lado a segurança e me lancei no mundo com coragem.
Deixei para trás a poesia e me encantei com a ficção.
Deixei lá em casa a submissão e me acertei em uma nova missão.
Cheguei aqui e me refiz.
Sou outra, virei atriz.
Pode trazer a declaração.
De agora em diante,
sou representante, um ser mais que falante,
de mistérios, mentiras e ilusão.
Vesti minha fantasia,
estou no papel que eu queria.
Virei bruxa, amante, fada,
 homem que carrega espada.
Virei tudo nessa jornada.
Digo adeus.
De pessoa não tenho mais nada.
Agora sou figurante, principal, coadjuvante.
Me aguardem na próxima estação.



texto remall.
foto de autor desconhecido, eu no teatro da escola.

terça-feira, 22 de março de 2011

faltando um pedaço

Venho humildemente pedir desculpas,
por não responder ao desafio do selinho
que ganhei do Blog A Janela da Joana .
E contar que o selinho que eu distribuí
tem que responder as perguntas.
Portanto, quem aceitou o meu presentinho ficou um pedaço para trás.

Então lá vai ;

1 - me conte um segredo .
      se eu contar deixa de ser segredo.

2 - o que é valioso para você.
      minha família e minha saúde.

3 - escreva uma frase.
     " Não existe caminho para a paz.
        A paz é o caminho. " 

4 - quais são meus maiores sonhos.
      uma viagem para o Alasca e o pote de ouro no fim do arco-íris

5 - aparência importa ?
      nunca.

6 - o que é ser feliz.
      estar com saúde, poder ficar na Querência e liberdade.

7 -  você é uma pessoa amiga ?
       amiga até demais.

8 -  quatro defeitos   - perfeccionista
                                     - impaciente
                                     - franca ao extremo
                                     - ser do signo de Virgem

9 - quatro qualidades.
       quem convive comigo é quem sabe.

10 - tem preconceito ?
         nenhum, espere tenho um ; De gente desonesta.

estar ao lado

Nos dias que quero colo,
pego logo em sua mão.
Não choro, mas quero muita atençao.
São dias que as coisas não dão certo.
Tenho sonhos que se desfazem.
Quero coisas que as vezes não me cabem.
Mas são sonhos e desejos,
que muitas vezes nem percebo
que vão virar decepção.
Mas se não sonho;
que graça tem?
Se não desejo;
como vou ter?
Nos dias que quero colo,
fico chata, pura emoção.
Não me contento com nada,
não sei tudo e não sei nada.
Sou pura confusão.
E quem me dá a mão me pergunta;
se  não quero umas palmadas,
para eu deixar de ser mimada.
Mas beija e me abraça.
Se derrete de carinho e atenção.
Aí eu durmo e tudo passa...
Acordo feliz , sem me importar com mais nada.
Pronta para sonhar de novo,
lutar, desejar e me arder em paixão.


texto remall.
foto remall, detalhe lustre, Igreja São Francisco de Assis - Caeté- MG

novos selinhos

Alegria é uma coisa boa.
Recarrega as energias.

E presente, então !
faz carinho no coração.
Obrigada,
 



        Mariz do blog  Sintonia Natural    &
Joana do blog   A Janela da Joana.





hoje não vou indicar ninguém,
 quero mais é distribuir para todos que me visitam .
podem se sentir a vontade para levar, pois de casa ,todos vocês já são.
                                                             
obs.: ao pegar o seu selinho favor ler o post  faltando um pedaço,
o selinho tem desafio.
                                                                             
                                         



segunda-feira, 21 de março de 2011

memórias de um cachorro - o presente

Hoje quando Ela chegou dei graças à Deus.
Achei que eles não vinham mais ,
pois já passava da hora do almoço.
O dia tavá lindo de sol e céu azul,
meio friozinho é verdade,
mas nada parecido com o dia de ontem,
que tavá cheio de nuvem e ventando.
Ganhamos comidinhas,
corremos , brincamos, pulamos.
Não me importo muito com rotinas,
me importo é se Ela está aqui ou não.
Isso sim, faz toda a diferença.
Mas, hoje quando Ela chamou a gente
e tirou de dentro da sacola um presente,
eu achei o máximo.
Eu andava meio triste depois que minha bolinha afundou no açude.
Na verdade não é bem uma bolinha, é um alteres de borracha.
Mas Ela chama de bolinha e então eu aceitei,
pois é bem mais fácil de pronunciar.
Mas deixa prá lá,
eu ganhei outra bolinha ou alteres ( que seja)
e não me aguento de tanta felicidade.
É muito bom ter alguém que se importa com a gente...
Ah! meu irmão ganhou um osso daqueles brancos.
E o bobão não quis tirar foto.
Eu até mostrei os dentes.
Tô feliz demais !








texto de remall.
foto de remall,  cachorro da Querência.

domingo, 20 de março de 2011

além

Eu quis ir além do que eu podia.
Eu quis ir além do que eu entendia.
E eu não podia nada .
E eu não entendia nada.
Então, aconteceu o óbvio.
Sofri.
Mas...
minha natureza não quer saber desse sentimento.
Então, sorri.
E estou indo até onde consigo.
Estudando o que não entendo.
Pois eu consigo muito.
Aprendo fácil.
Então, espero o óbvio.
Ser feliz !

assim, como a erva de passarinho que se espalha na planta,
 ela também tem seus dias de beleza em flor.
assim,somos todos nós.


texto remall.
foto remall, erva de passarinho na Querência.

sábado, 19 de março de 2011

a rosa

Hoje queria te dar uma rosa.
Então fui lá no meu jardim buscar.
Queria que seu dia fosse claro,
que tudo você pudesse realizar.
Então te dei um sorriso,
te mandei um recado,
para que viesse jantar.
Preparei doces e salgados.
Hoje quero muito te agradar.
Não é data especial,
e não temos nada para comemorar.
Prá mim a única coisa que importa,
é que uma rosa eu quero te dar.
E aproveitando a oportunidade,
quero dizer que te adoro,
desculpa se tenho te magoado,
tento ser perfeita, mas nem sempre dá.
Dizem que amigos perdoam,
espero dessa vez não errar.



texto remall.
foto remall, rosa da Querência.

sexta-feira, 18 de março de 2011

me lembrar

Preciso me lembrar de não ficar grudada na matéria.
Preciso praticar que tudo isso é só um corpo, importante é a alma.
Meditar....
Deixar fluir tudo que é bom.
Respirar...
Alegrar....
Colocar um sorriso no rosto e sorrir.
Expirar...
Falar com o coração.
Praticar o bem, não olhar a quem.
Deixar tudo que é mundano para trás.
O material só ocupa espaço e não tem vez na próxima morada.
Colocar a alma em tudo que faço.
Amar...
Meditar...
Respirar...
Expirar...
Preciso me lembrar de não ficar grudada na matéria.



texto de remall.
foto de remall, projeções de luzes na janela

quinta-feira, 17 de março de 2011

Deus existe



vi esse vídeo no Blog Luz, da Roberta Maia.
Não resisti .
Com lágrimas nos olhos me pergunto:
-como pode existir quem não acredita em Deus?

Boa noite calma para todos que acreditam.

pecado declarado

Eu tenho uma formiguinha dentro do armário.
Que coisa irritante isso pode ser.
Ela tem uma família imensa....
Que não tem vergonha alguma,
em aparecer.
Andam pela minha casa toda, comem e bebem,
amanhecem e adormecem .
Não me ajudam nem com um centavo .
Casa, comida, condômino, empregados.
As fulaninhas são tão pequenininhas.
Tem que ser no azulejo branquinho
prá gente conseguir ver.
No começo não dava importância,
tinha dó das coitadinhas.
Fiz de tudo que me ensinaram,
prá ver se elas se mudavam,
elas também tem o direito de viver...
Só que agora as danadinhas deram para morder.
Sinto muito meu Deus por esse pecado.
Mas.... elas vão morrer.



texto de remall.
foto de remall, no armário da cozinha da cidade.

quarta-feira, 16 de março de 2011

em outra estação

Acordo e me descubro outra.
Estranha entre essas paredes, nada aqui me é familiar.
Acordo e me descubro em outra ...
Outros sentimentos em outro corpo.
Corpo que não me pertence.
Não reconheço suas curvas, alturas, medidas.
Acordo e me olho no espelho, que reflete o que não me remete;
não me remete a passado algum, nem meu , sem seu,
nem tão pouco  familiar.
Acordo e sei que estou acordada.
Olho para dentro pra ver se me conheço.
Não reconheço nada desta estrada.
Nada aqui me pertence,
e eu aqui não pertenço a nada.
Não conheço essas cores,
não sei de onde vem esses sons.
Acordo e mesmo nessa confusão não  sinto  nada.
Acordo...sei que estou acordada.
Acordo, me levanto,
pego minha bolsa,
chamo um táxi e vou.




texto de remall.
foto de remall , perto da praia de Pipa -Natal RN

terça-feira, 15 de março de 2011

devagando

Caminhei com o coração por essas campinas no passado.
Admirava o pôr do sol,
e contava as estrelas ao cair da noite.
Em suas águas contribuí com minhas lágrimas,
ao relembrar velhas canções de minha infância.
Debaixo do velho jacarandá,  sonhei.
E em sonho...
Eu era a linda princesa vestida de prata,
uma fada a realizar desejos.
Uma flor rara de perfume adocicado.
Uma fruta vermelha suculenta.
Meu silêncio a todos encantava.
E com meu canto sentiam meu lamento.
Eu era a  musica da caixinha dourada.
A bailarina que rodopiava ao vento.
E quando acordei na campina do passado,
não havia princesa, nem canto, nem lamento.
Apenas o sol que já nascia.
Mais um dia na campina.
Só que agora no presente.


texto de remall.
foto de remall, ao pé da serra da Querência

segunda-feira, 14 de março de 2011

memórias de um cachorro - nas raias do ciúme


Não preciso dizer que Ela é minha paixão.
Ela é minha vida.
Tenho verdadeira adoração por Ela.
Pois é.
Dividí-la com meu irmão é natural.
Dividí-la com o Grandão faz parte da vida.
Já bastam os patos ,marrecos, galos, galinhas e afins.
Mas  é só.
Não venha entrar no meu terreiro, que não vai dar não.
Ontem o "bunitinho" do meu vizinho chegou com uma novidade.
Vocês não vão acreditar na cara de pau dele.
Chegou com um cachorrinho; vê só.
E advinhem?
Ele logo já gostou Dela.
Veio todo se engraçando pró lado Dela.
E Ela se derrreteu em -ai que lindinho, vem cá cãozinho.
Meu irmão, aquele panaca, logo baixou o bico,
ou melhor a tromba e emburrou.
Mas eu não.
Fui logo mostrando prá ele os meus trinta e dois dentes.
(cachorro tem trinta e dois dentes ?)
E avancei nele mesmo.
E coloquei o folgado em seu lugar.
Do outro lado da tela.
E longe Dela.
Tô nem aí, se ele é fofinho,
e se chama "Lord "( eu achei meio gay).
E o babaca do vizinho ainda disse que "ele" se parece comigo...
ô coitado !


texto de remall.
foto de remall, cachorros da Querência.

sábado, 12 de março de 2011

?

O que temos feito com nossas vidas?
Corremos mais que o tempo.
Esquecemos dos amores presentes. 
Não olhamos para quem deveríamos.
Como temos levado nossas vidas ?
Somos individualistas ao extremo.
Hipócritas nos discursos.
Surdos aos lamentos.
Loucos .
O que vamos esperar de nossas vidas?
Não nos importamos mais em não ter  tempo.
Esquecemos dos amigos.
Tempo para um sorriso, um carinho, uma família.
Somos máquinas.
Somos nada.
Por isso me importo com a luz.
Com a alma, com o outro.
Me importo com meus erros.
Valorizo meus acertos.
O que eu tenho feito com minha com minha vida ? - compaixão
Como tenho levado a minha vida? - paz
O que eu espero da minha vida ?   -  vida !

E você ? ainda tem dentro de você uma vida ?


texto de remall.
foto de remall ,  um velho pé de ipê

sexta-feira, 11 de março de 2011

make a wish

Dobrando uma esquina encontrei um senhor que me perguntou quem eu era;

Sou o vento, ou que desejar,
posso te levar por entre as árvores,
rodopiar com você no ar.
Você pode ficar tonto,
até eu me tornar,
um furação furioso ou misterioso,
basta você desejar.

Sou a chuva, ou o que desejar,
posso regar os campos de rosas,
posso inundar corações.
Posso fazer crescer cachoeiras,
posso regar os secos por uma paixão.
Posso chamar meus amigos , o raio e o trovão,
e aí me chamarei tempestade,
me tornar forte ou emoção,
basta você desejar.

Sou o sol, ou o que  desejar,
posso iluminar as florestas úmidas,
fazer crescer as sementes lançadas no ar.
Posso fazer o milagre da clorofila,
posso me levantar e me deitar,
basta quem se encantar ,conseguir me observar.
Posso esquentar os dias frios,
e o que mais quiser acalentar.
Posso chamar minhas amigas, as nuvens,
e brincar de esconder e achar,
basta você desejar.

Dobrando uma esquina encontrei um senhor que me perguntou quem eu era;

Não tive dúvida em lhe mostrar;
feche os olhos e sonhe....basta você desejar .


texto de remall.
foto de remall,  pôr do sol na cidade.